Você sabia que: Dentre as questões que contribuíram para o rompimento entre a igreja do Ocidente e o Imperador do Oriente, estava o uso das imagens no culto cristão?

O relacionamento entre Roma e Constantinopla já estava desgastado. Em vários momentos a igreja de Roma já havia discordado do posicionamento defendido por alguns Imperadores do Oriente, principalmente em questões teológicas. Entretanto, quem detinha o poder temporal e consequentemente a força para impor sua vontade era o Imperador do Oriente, uma vez que já há muito tempo não existia um Imperador no Império Romano do Ocidente. Neste contexto surge uma nova desavença entre a igreja do Ocidente, representada pelo Papa Gregório III, e o Imperador do Oriente. A nova controvérsia estava relacionada ao uso das imagens no culto cristão. O Imperador ordenou que as imagens fossem abolidas dos cultos, porém a Igreja Romana desacatou as ordens vindas de Constantinopla. O Imperador enviou suas tropas em várias embarcações para Roma, com o intuito de impor sua vontade por meio da força. Entretanto, devido ao mau tempo, muitas de suas embarcações vieram a naufragar, o que trouxe sérios danos militares ao já fragilizado Império do Oriente. Desta forma, o Imperador minimizou a questão. Se por um lado Roma saiu vencedora, ela porém, não poderia mais contar com a proteção do Imperador em relação aos ataques de seus inimigos, principalmente dos Lombardos. Era então a hora de tomar novos rumos e fazer novas alianças, e esta atitude mudaria o Ocidente para sempre.

Irº. Fábio Pereira – Ramá – Lt.XV – B. Roxo - RJ

Fonte: Uma história do Cristianismo 3–Justo Gonzalez

Conhecendo o passado,

compreendemos o presente

e podemos vislumbrar o futuro!

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg