Petrópolis, 31 de Dezembro de 2016
 
Você sabia que:

 

 

Dentre os sucessores do Papa Gregório houve quem lutasse por título eclesiástico?

O Papa Bonifácio III estava interessado no título de “Bispo universal”, que já tinha sido utilizado por um patriarca do Oriente. Este título que estava sendo tão cobiçado por Bonifácio, já tinha sido rejeitado por Gregório, anos antes. Gregório, de fato tinha habilidades que o destacaram como um líder tanto no campo eclesiástico, como no temporal. Essas habilidades não estavam presentes nos seus sucessores, e por isto, podemos ver, após a morte de Gregório, conluios para se obter títulos que facilitariam determinados projetos de poder. Muito provavelmente, o interesse de Bonifácio, no referido título, era demonstrar uma certa supremacia do bispado de Roma, em relação ao bispado de Constantinopla. Para tanto, Bonifácio se aproximou do Imperador Focas e este lhe concedeu tal desejo. De fato, anos mais tarde, outros papas se valeram desde episódio para afirmarem que a igreja bizantina tinha reconhecido a supremacia do bispado de Roma. Na verdade, Bonifácio tinha conseguido tal favor perante o Imperador, devido a um desentendimento entre o Imperador e o patriarca de Constantinopla, que por algum tempo fizera uso de tal título. Bonifácio se aproveitou de tal desavença para alcançar seu objetivo. Entretanto, seu papado não durou um ano, e após a morte do Imperador Focas, o patriarcado de Constantinopla novamente fez uso do título tão cobiçado por Bonifácio.

Ir. Fábio Pereira – Ramá - Petrópolis

Fonte: Uma história do Cristianismo 3–Justo Gonzalez

 

Conhecendo o passado,

compreendemos o presente

e podemos vislumbrar o futuro!

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg