Os direitos do crente em relação ao amor 

 

 

 

 

 

 


 
 

 

 

    No capítulo 9 de 1 Coríntios, Paulo comenta sobre a liberdade cristã. Neste capítulo Paulo usa o seu exemplo para tratar deste assunto, ele fala da sua liberdade e direitos como apóstolos de usufruir de muitas coisas, mas ele usa dois exemplos em especial: o direito de ser sustentado pela a igreja (vers. 4) e o direito de  casar e ter uma companheira (vers.5). Porém, Paulo, diferente de muitos, abriu mão desses direitos que ele tinha (vers.15), e era lícito tê-los, por amor a obra e para que assim ele pudesse se empenhar ainda mais no progresso do Reino de Deus aqui na terra. Quero deixar bem claro que essa foi uma decisão VOLUNTÁRIA de Paulo, Deus não mandou nada, ele decidiu.

    Creio que a respeito da nossa liberdade e direitos como cristãos devemos ter como equilíbrio e rumo o amor, pois até aonde vai a nossa liberdade? Até aonde vai o nosso direito? O nosso amor ao Senhor, ao Evangelho e aos irmãos dirá. Infelizmente, muitos hoje não estão dispostos a abrir mão dos seus interesses pessoais (direitos) por amor a obra de Deus, os Coríntios estavam cometendo esse mesmo erro, e Paulo exorta cada um deles a não buscar seu próprio interesse (1Co.10:24), mas podemos nos perguntar: que liberdade é essa que não me deixa buscar meus direitos? É porque a verdadeira essência da liberdade em Cristo está em amar o outro, como diz em (Gl.5:13-14).

    Devemos pedir ao Senhor esse amor, para viver uma vida de renúncia diária, e abrir mão dos nossos direitos por amor a obra, quem sabe deixar de curtir as férias relaxando para investir mais tempo na obra? Ou abrir mão do conforto de casa para visitar um irmão que está fraco? Isso não é vão, Jesus é o maior exemplo, tendo o direito como Deus de executar o juízo e condenar todo homem, Ele abriu desse direito e se esvaziou e se entregou por amor (Fp.2:6-8).

    Irmãos, a verdadeira liberdade está em gastar a nossa vida em favor do Evangelho, pois o amor de Cristo nos constrange a isto (2Co.5:14a), ou deveria.
 
 
“Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Mas não useis da liberdade para dar ocasião à carne, antes pelo amor servi-vos uns aos outros” (Gl.5:13). 

Irº. Lucas Rodrigues Ramá – Sta Cruz da Serra – RJ 


 

1280x1280_edited_edited.jpg
240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg