PALAVRA DE MEDITAÇÃO

O poder da humilhação

 

   Em Fp.2:3 recebemos a ordem de Deus, de não fazer nada por partidarismo, mas sim por humildade, considerando os outros superiores a si mesmo. Partidarismo é SOBERBA. Todos os que decidem viver para si, independente dos outros, deixam evidente sua grande soberba. Essa pessoa se acha superior aos outros, acha que suas opiniões são melhores, que suas qualidades são maiores. Por isso não se submetem e acabam caindo, sendo derrotados como aconteceu com Lúcifer e todos aqueles que pensavam ser superiores. As nossas qualidades nos fazem achar que estamos acima dos demais, e a soberba nos motiva usar nossas qualidades para sermos elogiados. Porém, o elogio é o combustível para a soberba, os elogios exaltam o homem para a sua própria queda. Isso é perigosíssimo, porque Deus é contra o soberbo (Tg.4:6). Outro ponto negativo é que a soberba causa divisão, e Deus também odeia divisão, porque a essência dEle é a unidade e a comunhão.

   Então o que fazer, se nascemos inclinados à soberba e tendenciosos a querer estar acima dos outros? O primeiro passo é saber que a soberba vai nos acompanhar até a morte. E como vencê-la? Somente morrendo. Só existe uma forma de anular o seu poder: se HUMILHANDO. Também em (Fp.2:5-8) recebemos outra ordem, devemos ter o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, mesmo Ele sendo SUPERIOR a todos os homens, se esvaziou de suas qualidades superiores, se rebaixou até ao nível do homem. Ser humilde não é a ausência de qualidades, mas sim, abrir mão dessas qualidades, como fez o nosso Senhor. Ser humilde é estar em comunhão, é considerar os outros superiores a si mesmo. Ser humilde é ser servo dos outros como fez o nosso Senhor. Ser humilde é obedecer até a morte.

   O nosso Senhor sendo Deus e SUPERIOR a todos os homens se humilhou, nos mostrou o que devemos fazer, devemos ser servos. Independente do que temos ou do que somos ou das nossas qualidades, precisamos nos humilhar, precisamos estar abaixo dos outros. A soberba faz exaltar o homem, a humilhação exalta a Deus. E até quando devemos nos humilhar? Até a morte, como fez o nosso Senhor. Para que também sejamos exaltados, não aqui nessa terra, mas nos céus, não mais nesse corpo pecaminoso, mas em um corpo glorificado.

   Pelo que Deus exaltou a Jesus Cristo, não mais tendo uma forma inferior de homem, mas deu o nome que está acima de todo o nome, para que todo joelho se dobre (querendo ou não), nos céus e na terra e debaixo da terra e toda língua confesse que Jesus Cristo é SENHOR para a exaltação de Deus Pai.

 

Irº. Robert de Jesus Courty

Ramá – Sta. Cruz da Serra

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg