Você sabia que:

 

Devido a estreita relação entre Roma e Constantinopla a igreja do Ocidente foi influenciada em assuntos eclesiásticos por Imperadores do Oriente?

Já no século VII, não havia um Imperador sobre o Ocidente, desta forma, Roma era muito influenciada pelo Império do Oriente. O Imperador Heráclio apoiava uma doutrina que se chama monotelismo, que afirmava que embora existisse duas naturezas em Cristo, a divina e a humana, só havia uma vontade. O Papa Honório, pressionado pelo Imperador se declarou monotelista. Isto acarretou em muitas controvérsias no seio da igreja.

Alguns papas e líderes eclesiásticos que sucederam Honório e foram contrário a doutrina monotelista sofreram duras retaliações por parte dos Imperadores do Oriente. Durante o papado de Severino, os tesouros da igreja foram saqueados e levados para Constantinopla. Quem se opôs a este ato acabou sendo exilado. Alguns anos depois, o papa Martim foi sequestrado por ordem do Imperador Constante II por se opor à mesma doutrina e ter convocado um Concílio para tratar do assunto contrariando a ordem do Imperador. Na ocasião, um monge chamado Máximo teve a língua e a mão direita cortada, como punição por ter apoiado o papa Martim.

A questão só foi resolvida em 680 durante o Concílio de Constantinopla, quando o monotelismo foi definido como uma doutrina herética. Na ocasião, o papa Honório que já tinha morrido quarenta anos antes, foi reconhecido como um herege.

Ir. Fábio Pereira – Ramá - Petrópolis Fonte: Uma história do Cristianismo 3–Justo Gonzalez

Conhecendo o passado,

compreendemos o presente

e podemos vislumbrar o futuro!

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg