PALAVRA AOS JOVENS

Mais um(a) na agenda

 

   [...] O plano do Pai Celestial inclui uma convivência amorosa e tranquila, baseada na espontaneidade. Mas, vemos muitos que procuram a comunicação de corpos, mas suas almas não se entendem, perderam a essência. Passeando na internet descobrem parceiros, como numa espécie de “toque de mágica” onde o tal “mundo cor-de-rosa” aparece na telinha, como uma forma nova de viver relações amorosas. A roupagem é diferente dos séculos anteriores, mas a ingenuidade é a mesma.   Conquistar, hoje, quer dizer acumular mais um ou uma na agenda. Assediado(a) por todos os lados, aquele(a) que não estiver bem preparado(a) espiritualmente acabará caindo. Na prática o que acontece é que se esquece de pedir a orientação celestial para cada área da vida; muitos estão vivendo de qualquer jeito e acreditam que assim solucionarão mais rápido seus problemas.

   [...] Você conhece a história de Ester? Os pais dela morreram quando ela ainda era pequena, de modo que Mordecai a criou. Certo dia o rei decidiu escolher uma esposa entre as jovens, foram ajuntadas muitas moças na cidade de Susã. “Em chegando o prazo de cada moça vir ao rei Assuero, depois de tratada segundo as prescrições para as mulheres, por doze meses (porque assim se cumpriam os dias de seu embelezamento) seis meses com óleo de mirra e seis meses com especiarias e com os perfumes e ungüentos em uso entre as mulheres, então, é que vinha a jovem ao rei”(Ester 2:12-14). O que se percebe aqui é o tempo de preparo, um processo de espera. Nesse cuidado com o corpo, de modo que durante os doze meses (de embelezamento) ganhariam também maturidade emocional, antes de assumir uma responsabilidade maior. Então, como evitar decepções e relações precipitadas? Gaste tempo consigo mesmo(a), usando “ornamentos novos” e vista-se de alegria [...]. Envolva-se com a Palavra de Deus que é a Bíblia e não seja mais um(a) na fila do divórcio [...].

   Pense nisto!

 

Irª. Margareth Miranda

Psicóloga

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg