Testemunho

 

O início da minha caminhada com o Senhor começou em 2006, quando eu estava concluindo os estudos na faculdade e percebi que era preciso ver sentido em tudo o que eu estava vivendo naquele momento.

Era uma época de pesquisas para concluir a monografia e apresentá-la. Fiz algumas viagens para o Rio buscando fontes que fundamentassem o trabalho, cujo o título era: “Prisão Civil por Dívida”.

Deus já estava bem presente na vida de minha irmã e, como nós quase sempre conversávamos, ela foi muito importante no início da minha caminhada com Deus. Nesta época, eu tinha pesadelos e compartilhava com ela, que trazia uma palavra e indicava louvores. Sei que também orava por mim. Creio que isto tenha sido o mais importante, pois Deus me alcançou e pude sentir a paz que tanto é dita, mas pouco experimentada.

Deus também me agraciou com a presença de uma moça chamada Dalva, que foi trabalhar em minha casa, e ela também começou a falar do amor de Jesus e se mostrou muito humana, expondo as fraquezas dela e o quanto Deus era misericordioso.

No dia da apresentação da monografia, um professor me perguntou se na minha opinião a prisão civil por dívida era justa, já que é mais natural as pessoas serem presas por crimes e não simplesmente por dívidas. Eu respondi que concordava com a prisão, visto que era um meio coercitivo de fazer a pessoa temer o não cumprimento de um dever. Tirei nota máxima: 10, mas havia ficado com uma questão... E se a pessoa não tivesse realmente como pagar a dívida, seria justo a prisão? A minha opinião me levou a refletir. Ao pensar em Deus e naquilo que aprendi sobre Ele, soube, naquele dia, que pedir a Ele é certeza de resposta. Então, quando lembrei que Ele perdoava pecados, ainda sem acreditar muito, pedi que Ele perdoasse os meus pecados. Falei francamente com Ele que considerava uma missão difícil, já que eu mesma não conseguiria perdoar erros que cometi, por mais irônico que isto parecesse.

Alguns dias depois fui a um culto com a Dalva, o pastor fez o apelo e eu entreguei a minha vida para Jesus!

É isso que desejo para mim e para você que lê este testemunho: Que os nossos pensamentos e vontades estejam no Senhor para que a nossa vida e as vidas daqueles que passam por nós sejam cheias da presença de Deus. Que possamos nos encontrar nas moradas eternas com Jesus Cristo e com aqueles que foram salvos pela Graça de Deus.

A paz a todos!

Irª. Fernanda Simões

Ramá – Niterói

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg