O SERVO NA HISTÓRIA

Carlo+Magno.jpg

Você sabia que: O Imperador do Ocidente Carlos Magno obrigava os povos que por ele eram conquistados a se batizarem?

 

    A estratégia expansionista do Imperador Carlos Magno estava dando certo, porém não sem dificuldades. Os saxões que seguiam o paganismo, frequentemente atravessavam as fronteiras dos francos e cometiam saques. Isso contribuiu também para que Carlos Magno lutasse para subjugar aquele povo. Isso aconteceu; porém, muito sangue foi derramado. Mesmo após serem conquistados os saxões rebelaram-se algumas vezes sobre o comando do seu líder Videquindo. Para alguns historiadores, o Imperador Carlos Magno fez uso tanto da força, como da fé cristã, para conter as rebeliões, uma vez que muitos dentre os saxões, que foram convertidos ao Cristianismo, deixavam de lado a ideia do confronto armado. Por isso, quando enfim Carlos Magno sufocou as rebeliões, ele obrigou que os derrotados se batizassem e professassem a fé cristã. O que se viu após esta atitude foi uma expansão do Cristianismo dentre os saxões, porém, esta atitude contribuiu para uma secularização da fé cristã dentre os novos vassalos do Imperador. A fé primeva dos pobres judeus da Palestina já há muito tinha sido contaminada por seus representantes do Ocidente. Principalmente quando o Cristianismo foi declarado como religião oficial do Império, muitos súditos professaram a fé cristã somente pelo fato de ser a religião do Império. Agora, com a determinação do Imperador da realização de batismos para os povos conquistados, o Cristianismo que era vivido por esses novos “cristãos’, estava cada vez mais distante do ideal do Cristo. I

 

rº. Fábio Pereira – Ramá – Lt.XV – B. Roxo - RJ Fonte: Uma história do Cristianismo 3–Justo Gonzalez

 

Conhecendo o passado, compreendemos o presente e podemos vislumbrar o futuro!

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg